Editora Livraria da Editora Revista AcadêmicaConselho Editorial Chamada Normas

Um homem sem medo não morre:

O Motim, de Miguel Franco
de Flavio Botton

 

Um homem sem medo não morre: O Motim, de Miguel Franco de Flavio Botton

 

R$ 35,00 (frete grátis para todo o Brasil)

 Sinopse:

O autor do estudo desvenda, simultaneamente, alguns aspectos do modo artístico como Miguel Franco, na peça O Motim, transita entre dois momentos históricos marcados por crises profundas. No que se refere ao trabalho artístico da construção da peça, Flavio Botton examina os recursos discursivos de que se vale o dramaturgo, em especial o espaço da taverna e as múltiplas funções que assume no decorrer da ação, bem como os aspectos simbólicos mais pertinentes, entre outros, para inscrever a sua peça num plano não só imediato mas também numa dimensão que o transcende, que o reveste de atemporalidade, de inespacialidade, sugerindo a universalidade de situações semelhantes, não obstante as diferenças de tempo, de espaço e de outras circunstâncias.
Ao conduzir o leitor na compreensão dessas diferentes perspectivas, por meio de análises percucientes de situações textuais e de escolhas teóricas pertinentes, mostra-lhe também o que faz o valor de uma obra literária, no caso, dramatúrgica, não só para o momento presente a que se refere e que justifica os fatos passados escolhidos, como também o supera, na medida em que se refere a vivências que assolam a vida humana em todos os tempos, e que tem sua expressão maior naquela que é a do homem dos primórdios e de sempre em sua luta contra a dor gerada pela violência que sofrem, no “grito” a que se refere o dramaturgo em sua entrevista ao Diário de Lisboa, como também refere Botton: “Com O Motim, eu quis apenas teatralizar aquele grito instintivo que se nos escapa da garganta, em face de uma violência, um espezinhamento”.
Assim, o trabalho em questão introduz o leitor no modo como o teatro é visto e vivido pelo autor, por sua época, na sua estética, na sua ética, nos conhecimentos e valores que mobilizaram sua sensibilidade, sua inteligência, sua arte e ainda provocam empatia e provavelmente provocarão por muito tempo.  Com prefácio da Profa. Dra. Raquel de Sousa Ribeiro (professora de Literatura Portuguesa da Universidade de São Paulo).

 

Veja o sumário do livro

Sobre o autor:

 

Flavio Felicio Botton é Professor de História da Arte, Literatura Portuguesa e Teoria Literária. Bacharel e licenciado em Letras, mestre e doutor em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo. É autor de Que enigma havia em teu seio: Ensaios sobre artes plásticas e literatura, além de organizar, em conjunto com Fernanda Verdasca Botton, o volume sobre O Teatro de Bernardo Santareno. É autor dos seguintes prefácios da Série Teatro em Língua Portuguesa: O Motim - Miguel Franco; Mãe - José de Alencar e Gonzaga ou A Revolução de Minas - Castro Alves.

É editor-chefe da Todas as Musas - Revista de Literatura e das Múltiplas Linguagens da Arte.

 


 

Número de páginas: 201
Edição: 1 (2018)
ISBN: 978-85-9583-028-8

Formato: A5 (14,8 X 21 cm)
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g


 

 

Contatos:
todasasmusas@gmail.com
editora@todasasmusas.org


Editor: Flavio Felicio Botton
Supervisão Editorial: Fernanda Verdasca Botton
Editora Todas as Musas - São Paulo
C.N.P.J. 12.650.462/0001-33

 

http://editoratodasasmusas.blogspot.com.br/

 

https://editoratodasasmusas.wordpress.com/